Diego Costa explica polêmica escolha pela Espanha e critica postura de Felipão

Atacante revela chateação por questionamentos ao ser convocado para Seleção Brasileira

Diego Costa comenta polêmica escolha entre Espanha e Brasil (Foto: Reprodução/Fifa)

A polêmica envolvendo a escolha de Diego Costa por servir à Seleção Espanhola sempre acompanhará a carreira do centroavante. Neste sábado, o jogador voltou a falar sobre sua decisão, relembrando alguns episódios que o chatearam no passado em relação à forma como foi tratado pelos brasileiros.

Diego Costa não esconde que conquistou um grande objetivo em sua vida quando vestiu a amarelinha, em amistoso contra a Itália, em 2013. No entanto, o atacante revelou que ficou incomodado por ter sido questionado sobre seu empresário durante a preparação para a partida. À época, ele era o único do grupo agenciado por Jorge Mendes.

“Eu sou privilegiado, porque realizei meu sonho de criança ao jogar pela Seleção Brasileira. A primeira a criticar lá atrás foi a própria imprensa brasileira, com umas coisas de: ‘Quem é Diego Costa?’. Tanto que chegou na Seleção e tinha um negócio de empresário. Me perguntaram: “Só você que é do Jorge Mendes?”. Naquele momento, eu falei ‘que p* é erra?’. Eu quero estar aqui por mérito meu, meu empresário não precisa me colocar aqui”, afirmou Diego Costa em entrevista à Espn.

“Ele disse que ia me convocar para o amistoso contra a Rússia, para me dar mais minutos. Não sei se aquilo foi para passar a mão na minha cabeça, mas falei que não ia, porque naquele momento senti uma coisa estranha. Se eu soubesse que meu empresário estava arrumando algo, não trabalharia mais com ele, não tem nem mais por que. Não tinha mais dez atacantes ‘top’ no Brasil, já não tinha mais Luis Fabiano, Ricardo Oliveira. Não era um momento bom dos atacantes brasileiros”, completou.

Diego Costa recebeu o convite para atuar pela Espanha e, no primeiro momento, seu maior receio era pela maneira que seria recebido pelos jogadores convidados. Isso porque, segundo o centroavante, havia acumulado intrigas com alguns dos atletas da Fúria.

“Surgiu a possibilidade de defender a seleção espanhola. Olha os jogadores que tem lá, como vou dizer não. Os caras fazem gol debaixo da trave, eu só vou empurrar para o gol. Você sabe que eu tenho rivalidade e tretas com muitos dos jogadores de lá. Falei que, se eles aceitarem, beleza. Uma coisa é o desejo da comissão, outra são os jogadores. Não quero me sentir mal em um lugar. Agradeci, até porque queria retribuir tudo o que conquistei aqui. O (Sérgio) Ramos até veio falar comigo em um jogo, ele manda lá. Tenho muito a agradecer ao Xavi também”, disse o jogador.

Por fim, Diego Costa ainda comentou sobre o suposto interesse de Felipão em sua convocação para partidas oficiais. O atacante, que já havia aceitado o convite da Espanha, ficou incomodado.

“Disseram que o Felipão me queria, mas não me ligou nenhuma vez. Aí depois que eu aceitei a seleção espanhola ele quer me convocar?”, disparou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *